Cotemig: Sua revolução começa aqui

Menu

As alunas do curso Técnico em Informática do COTEMIG Maryana Morato e Júlia Menezes e as alunas do Coltec-UFMG Kethellen Rocha, Emanuelle Rodrigues e Maryanne Cerqueira integram a equipe ColtecAda do projeto Mappid, sob orientação da professora Virgínia Mota, também do Coltec.

O Mappid é uma plataforma de geolocalização que visa a proteção de mulheres e da comunidade LGBTQIA+. O aplicativo indica lugares seguros e confortáveis para esse público, e permite que os usuários registrem e denunciem os locais em que sofreram algum tipo de violência, seja verbal ou física.

O projeto é o único representante brasileiro finalista no Technovation Challenge. A competição propõe que jovens garotas ao redor do mundo apliquem seus conhecimentos para resolver problemas reais por meio da tecnologia. 

A Júlia, aluna da 3ª série do COTEMIG Barroca, contou que criou a identidade visual do projeto. “Desenvolvi o logo, os slides e fiquei responsável por parte dos posts das redes sociais.” Já a Maryana, também aluna da 3ª série do COTEMIG Barroca, desenvolveu o back-end e ajudou no front. “As meninas estavam tendo o primeiro contato com a plataforma que usamos para desenvolver o app, por isso eu assumi a posição suporte”, compartilhou.

A professora orientadora do time disse que uma característica muito forte que percebeu nas alunas do COTEMIG, é o compromisso. “Em questão de conhecimento elas são maravilhosas, souberam correr atrás muito bem. O que mais me impressionou foi a pró-atividade, [elas são] meninas excelentes; você pede uma coisa, elas vêm com uma coisa e meia. E isso mesmo trabalhando... a Júlia e a Maryana fazem estágio, trabalham o dia inteiro e, ainda assim, estavam lá, firmes e fortes, ajudando todo mundo. O compromisso delas foi incrível!”

A formação do Colégio COTEMIG foi suporte para a participação no desafio. Segundo a Júlia, “uma escola que foca os alunos para uma formação de mercado é extremamente importante. As conquistas que estou tendo graças ao COTEMIG são enormes”. “Na parte do negócio, o COTEMIG STARTUPS e a disciplina Gestão de Carreiras me deram uma base muito boa sobre startups e mercado, que foram essenciais no desenvolvimento do projeto. E a parte técnica também [me ajudou]. Apesar de corrido, foi bem tranquilo fazer o app.” contou Maryana.

A final do desafio Technovation Challenge aconteceu no World Summit, com o pitch das equipes finalistas, e o Mappid venceu a categoria "Social Impact Award", levando a classificação de projeto com grande Impacto Social.

Acompanhe o Mappid nas redes sociais:

Instagram - @mappidoficial

Twitter - @MappidOficial

Compartilhe: